Star Wars: The Myth of Awakening
Pedro Duarte de Andrade
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
Rio de Janeiro, Brazil
DUARTE DE ANDRADE, Pedro. “Star Wars: O mito do despertar”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 15, n° 29 (jul-dec/2021), p. 97-114.
Accepted: 01/12/2022 · Published: 01/30/2022
Star Wars: O mito do despertar

O ensaio analisa a relação entre a filosofia e a saga cinematográfica de Star Wars, tendo em vista comentar a exegese feita pelo Professor Vladimir Vieira no texto “Star Wars: o despertar do mito”. O ensaio aponta como, nos filmes da criação de George Lucas, estão presentes uma ontologia, uma epistemologia e uma ética, além de uma filosofia da tecnologia marcada pelo desafio de uma relação serena com ela. Busca-se, em diálogo com o texto de Vladimir Vieira, sugerir também as razões pelas quais há altos e baixos desde a primeira e excelente trilogia na qual a mitologia de Star Wars se funda, passando pela problemática tentativa da segunda trilogia de situar aquela mitologia em uma realidade mais prosaica até a terceira e final trilogia que absorve a mitologia através da melancolia sobre o passado que já foi e da ironia com alguns de seus símbolos, forjando uma relação que, para empregar uma expressão do poeta Octavio Paz, é de “paixão crítica”.

Palavras-chave:
mito; tecnologia; Star Wars
Star Wars: The Myth of Awakening

The essay analyzes the relationship between philosophy and the film saga of Star Wars, with a view to commenting on the exegesis made by Professor Vladimir Vieira in the text “Star Wars: the awakening of the myth”. The essay shows how, in the films created by George Lucas, an ontology, an epistemology and an ethics are present, in addition to a philosophy of technology marked by the challenge of a serene relationship with it. It seeks, in dialogue with Vladimir Vieira's text, to also suggest the reasons why there are ups and downs since the first and excellent trilogy on which the Star Warsmythology is based, through the problematic attempt of the second trilogy to situate that mythology in a more prosaic reality until the third and final trilogy that absorbs the mythology through the melancholy about the past and the irony with some of its symbols, forging a relationship that, to use an expression by the poet Octavio Paz, is of “critical passion”.

Keywords:
myth; technology; Star Wars