Star Wars: The Myth Awakens
Vladimir Vieira
Universidade Federal Fluminense (UFF)
Niterói, Brazil
VIEIRA, Vladimir. “Star Wars: O despertar do mito”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 15, n° 29 (jul-dec/2021), p. 45-81.
Accepted: 11/26/2021 · Published: 01/30/2022
Star Wars: O despertar do mito

O artigo tem por objetivo discutir a mitologia em torno da série Star Wars. Inicialmente, argumento que a fascinação provocada pela primeira trilogia decorre de sua capacidade de capturar a época em que foi produzido - a segunda metade dos anos de 1970 - estabelecendo uma relação dialética entre natureza e progresso que tem na tecnologia um de seus pontos nevrálgicos. Em seguida, procuro mostrar que a tentativa de adaptar o mito que se criara a partir do culto à trilogia original com vistas a produzir esse efeito no final do século XX não logrou obter o mesmo sucesso. Por fim, sugiro que a última trilogia - ao menos o primeiro filme, O despertar da força - estabelece uma relação diferente com o seu próprio legado, distanciando-se dele por um duplo caminho: através da melancolia e da crítica.

Palavras-chave:
Star Wars; mito; melancolia; crítica; tecnologia
Star Wars: The Myth Awakens

This paper discusses Star Wars mithology. Initially, I argue that George Lucas' first trilogy derived its fascination from its ability to capture the late 1970's spirit by articulating a dialetic relation between nature and progress that had in technology one of its focus points. I also suggest that attempts to adapt the Star Wars cult to more mundane terms, both in themes and language, failed to make the second trilogy as significant as the original one to viewers in the end of the XXth century. Finally, I argue that the last trilogy - at least its first movie, The Force Awakens - reinterprets its own legacy by reading both melancholically and criticically.

Keywords:
Star Wars; myth; melancholy; criticism; technology