What Expresses Music If Not Music: Notes on the Nature of Expression in Art
Walter Menon Junior
Universidade de Minas Gerais (UFMG)
Belo Horizonte, Brazil
MENON JUNIOR, Walter. “O que expressa a música senão a própria música: Observações sobre a natureza da expressão na arte”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 15, n° 29 (jul-dec/2021), p. 413-434.
Accepted: 12/22/2021 · Published: 01/30/2022
O que expressa a música senão a própria música: Observações sobre a natureza da expressão na arte

Este texto foi desenvolvido a partir da leitura e da discussão do texto Linguagem e expressão na música de Ricardo Barbosa, apresentado por este no encontro do GT de Estética ocorrido em março de 2021. Nele, busco apresentar de forma resumida a tese de Barbosa acerca do caráter expressivo da música e sua análise da relação entre música e linguagem. A resposta que proponho longe de definir se há relação e de que tipo entre linguagem e música, procura simplesmente mostrar que não há uma equivalência direta entre sons, significados e expressão. Ademais, haveria um tipo de expressão própria à obra de arte que pressupõe, necessariamente, a intencionalidade de se expressar algo artisticamente. O “algo” seria o significado da obra, sua intensionalidade, identificado pelo público. Este seria um esquema geral para toda expressão artística e, portanto, para a música.

Palavras-chave:
expressão; música; intencionalidade; sentido
What Expresses Music If Not Music: Notes on the Nature of Expression in Art

This paper was developed as a consequence of the reading and discussion of the text Language and expression in musicwritten by Ricardo Barbosa and presented by him at the meeting of the Aesthetics GT held in March 2021. I seek to present, in a summarized form, Barbosa's thesis on the expressive character of music and his analysis of the relationship between music and language. The answer I propose, far from defining whether there is a relationship, and what kind, between language and music, simply seeks to show that there is no direct equivalence between sounds, meanings and expression in music. Furthermore, I sustain, there would be a type of expression specific to the work of art that necessarily presupposes the intentionality of express something artistically. The “something” would be the meaning of the work, its intensionality, identified by the audience with the intencionality express in the work of art. This would be a general scheme for all artistic expression and therefore for music

Keywords:
expression; music; intentionality; meaning