The Master-Slave Dialectic (or Dialectical Turnaround): A Study Based on the Work of Pedro Almodóvar
Tom Menezes Pedrosa
Universidade Federal do ABC (UFABC)
Santo Andre, Brazil
Fernanda Maffei Moreira
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG)
Belo Horizonte, Brazil
PEDROSA, Tom Menezes; MAFFEI MOREIRA, Fernanda. “A (reviravolta) dialética do senhor-escravo: um estudo a partir da obra de Pedro Almodóvar”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 15, n° 28 (jan-jun/2021), p. 79-109.
Accepted: 05/31/2021 · Published: 08/15/2021
A (reviravolta) dialética do senhor-escravo: um estudo a partir da obra de Pedro Almodóvar

Este artigo desenvolve uma análise detida da apropriação que faz a filósofa existencialista, Simone de Beauvoir, da dialética hegeliana do Senhor-Escravo. Será examinada, primeiramente, a dialética em seu ponto de vista original, isto é, segundo a visão do filósofo Georg W. F. Hegel. Em seguida, será explorada a utilização desta dialética em questões que envolvem o processo de outrificação das mulheres, em sua relação com os homens, a partir de O segundo sexo, de Beauvoir. A presença de Pedro Almodóvar, nesse diálogo, dá o suporte necessário para o aprofundamento deste estudo, ao agregar um elemento alegórico: o longa-metragem Volver, que não apenas retrata a questão aqui examinada, como vai além, e sugere uma reviravolta dialética. Como instrumento de interlocução, nessa interface entre filosofia e cinema, será utilizada a noção de conceito-imagem do filósofo argentino Julio Cabrera.

Palavras-chave:
Beauvoir; Almodóvar; Hegel; dialética senhor-escravo; cinema logopático
The Master-Slave Dialectic (or Dialectical Turnaround): A Study Based on the Work of Pedro Almodóvar

This article develops a close analysis of the appropriation made by the existentialist philosopher, Simone de Beauvoir, of the Hegelian Master-Slave dialectic. This dialectic will first be examined in its original viewpoint, that is, from the perspective of the philosopher Georg W. F. Hegel. Then, the use of this dialectic in issues that involve the process of the objetification of women in their relationships with men will be explored according to Beauvoir's work The Second Sex. The presence of Pedro Almodóvar, in this dialogue, provides the necessary support for the deepening of this study by adding an allegorical element: the feature film Volver, which not only portrays the issue examined here, but goes further, and causes a dialectical turnaround. As an interlocution tool, in this intersection between philosophy and cinema, the notion of concept-image by the Argentinian philosopher Julio Cabrera will be used.

Keywords:
Beauvoir; Almodovar; Hegel; master-slave dilectic; logopathic cinema