Depthless imagery, from Romanticism to Andy Warhol
Fabiano Lemos
Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Rio de Janeiro, Brazil
LEMOS, Fabiano. “Emergência da superfície: A imagem sem profundidade, dos românticos a Andy Warhol”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 14, n° 27 (jul-dec/2020), p. 37-70.
Accepted: 10/27/2020 · Published: 12/28/2020
Emergência da superfície: A imagem sem profundidade, dos românticos a Andy Warhol

Através de uma genealogia da função epistêmica da relação entre profundidade e criação na literatura e nas artes visuais, o artigo procura mostrar como as vanguardas contemporâneas precisaram formular um saber sobre a superfície que reconfigura o próprio sentido de uma hermenêutica da obra, do autor e do espectador. A fotografia se mostra, assim, exemplar nessa nova dinâmica, instaurando espaços de circulação identitária antes inexistentes.  

Palavras-chave:
romantismo alemão; filosofia das artes visuais; Andy Warhol
Depthless imagery, from Romanticism to Andy Warhol

This article is a contribution to the history of epistemological economy of superficiality, regarded as image device in visual arts, from its inauguratory understanding within German Romanticism to its developments in Andy Warhol’s oeuvre.

Keywords:
German Romanticism; philosophy of visual arts; Andy Warhol