The Essay as Narrative
Pedro Duarte
Pontificia Universidade Catolica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
Rio de Janeiro, Brazil
DUARTE, Pedro. “O ensaio como narrativa ”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 9, n° 17 (jul-dec/2015), p. 188-199.
Accepted: 01/19/2016 · Published: 02/17/2016
O ensaio como narrativa

O artigo tenta demonstrar que todos os textos, mesmo aqueles cuja natureza é teórica, têm alguma forma de narrativa. Nem sempre são personagens que os ocupam, podem ser ideias, mas mesmo assim há um enredo conceitual que se passa. Modernamente, a forma dessa narrativa foi sobretudo o sistema, com a pretensão totalizadora presente, por exemplo, na filosofia de Hegel. Contemporaneamente, porém, a forma do ensaio – surgida ainda na era moderna – ganha destaque por sua forma descontínua de narrar. O objetivo do artigo é apontar que, se o ensaio é uma forma, como explicitaram Lukács, Benjamin e Adorno, ele é também uma forma de narrar – ainda que de narrar conceitualmente objetos da cultura.

Palavras-chave:
narrativa; ensaio; sistema; descontinuidade
The Essay as Narrative

The article attempts to demonstrate that all texts, even those whose nature is theoretical, have some form of narrative. Not always characters occupy them; sometimes can be ideas, yet there is always a conceptual plot that goes on. In modernity, the form of this narrative was mainly the system with its totalizing claim, for example in the philosophy of Hegel. Contemporaneously, however, the form of the essay – which emerged in the modern era – is highlighted due to its discontinuous way of narrating. The objective of this article is to point out that if the essay is a form, as made explicit by Lukács , Benjamin and Adorno, it is also a form of narrating – even if it is a conceptual narrative of cultural objects.

Keywords:
narrative; essay; system; discontinuous