Adorno e Mário de Andrade: duas visões da criação pela música
Henry Burnett
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Guarulhos (SP)
BURNETT, Henry. “Adorno e Mário de Andrade: duas visões da criação pela música”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 4, n° 8 (jan-jun/2010), p. 85-97.
Aprovado: 21/06/2010 · Publicado: 10/07/2010
Adorno e Mário de Andrade: duas visões da criação pela música

O artigo propõe uma primeira aproximação entre alguns dos estudos estético-musicais de Theodor Adorno e Mário de Andrade, a partir do material musical popular explorado por cada um deles. Contemporâneos, ambos escreveram sobre as diversas esferas musicais a partir dos efeitos gerados pela técnica resultante da hegemonia do capitalismo, tanto nos Estados Unidos como no Brasil. O ambiente histórico em que cada um viveu, e suas distintas formas de abordagem, imprimiram semelhanças e diferenças nas suas conclusões. Essas particularidades podem ajudar a compreender a história da música estadunidense e brasileira no século XX.

Palavras-chave:
Adorno; Mário de Andrade; música popular; música brasileira; jazz; indústria cultural
Adorno and Andrade: Two Visions of Creation by Music

The article proposes a first approximation between some aesthetic-musical studies of Theodor Adorno and Mario de Andrade, from the popular musical material explored by each of them. Contemporaries, both wrote about the several musical spheres from the effects generated by the technique resulting from the hegemony of capitalism, both in the United States and Brazil. The historical environment in which each lived, and their distinct approaches, printed similarities and differences in their conclusions. Those characteristics may help to understand the history of American and Brazilian music in the twentieth century.

Keywords:
Adorno; Mário de Andrade; popular music; Brazilian music; jazz; cultural industry