Algumas inquietações sobre estética e etnografia
Pedro Hussak
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)
Seropédica (RJ)
HUSSAK, Pedro. “Algumas inquietações sobre estética e etnografia”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 15, n° 29 (jul-dez/2021), p. 26-44.
Aprovado: 03/12/2021 · Publicado: 30/01/2022
Algumas inquietações sobre estética e etnografia

Este artigo consiste em um diálogo com o texto Algumas inquitetações acerca do anacronismo na história da arte, apresentado pela profa. Rosa Gabriella de Castro Gonçalves (UFBA) no X encontro do GT de estética da ANPOF. Tomando como ponto de partida a relação das vanguardas europeias dos anos 1920 com o assim chamado primitivismo, trata-se de desenvolver uma reflexão, sem querer de forma alguma esgotar o tema, sobres as relações entre estética e antropologia. Para estabelecer essa relação, o texto estrutura-se em três tópicos: em primeiro lugar, a relação entre estética e etnografia, no qual se tentará articular, analisando particularmente o surrealismo, o interesse comum dos dois campos na questão da relação com o outro; em segundo lugar, a relação entre etnografia e estética, no qual se pretende mostrar, a partir de uma citação de Levi-Strauss que o etnógrafo na medida em que analisa mitos e narrativas pode ser entendido como um esteta ou crítico literário e finamente a relação entre estética e contra-antropologia em que partindo das Metafísicas canibais de Eduardo Viveiros de Castro, pretende-se tirar algumas consequências para a estética do conceito de contra-antropologia.

Palavras-chave:
estética; etnografia; surrealismo
Some Concerns about Aesthetics and Ethnography

This article consists of a dialogue with the text Algumas inquitetações acerca do anacronismo na história da arte, presented by prof. Rosa Gabriella de Castro Gonçalves (UFBA) at the X encontro do GT de estética da ANPOF. Taking as a starting point the relationship of the European avant-gardes of the 1920s with the so-called primitivism, it’a question of developing a reflection, without in any way wanting to exhaust the theme, on the relationship between aesthetics and anthropology. To establish this relationship, the text is structured around three topics: first, the relationship between aesthetics and ethnography, in which an attempt will be made to articulate, particularly analyzing surrealism, the common interest of the two fields in the issue of the relationship with the Other; secondly, the relationship between ethnography and aesthetics, in which it is intended to show, from a quote by Levi-Strauss, that the ethnographer, insofar as he analyzes myths and narratives, can be understood as an aesthetician or literary critic and, finally, the relationship between aesthetics and counter-anthropology in which, starting from the Metafísicas canibais of Eduardo Viveiros de Castro, we intend to draw some consequences for aesthetics from de concept of counter-anthropology.

Keywords:
aesthetics; ethnography; surrealism