A música como fio condutor nas Investigações filosóficas de Wittgenstein
Vitor Leandro Kaizer
Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)
São Leopoldo (RS)
KAIZER, Vitor Leandro. “A música como fio condutor nas Investigações filosóficas de Wittgenstein”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 15, n° 28 (jan-jun/2021), p. 110-141.
Aprovado: 16/06/2021 · Publicado: 15/08/2021
A música como fio condutor nas Investigações filosóficas de Wittgenstein

No presente artigo, trabalharam-se questões pertinentes à linguagem a partir de uma reflexão sobre música. Em sua obra póstuma Investigações filosóficas (1953), Ludwig Wittgenstein levanta certas discussões acerca de problemas da linguagem em que propõe a música — mais precisamente, determinadas noções de música — como possível esclarecedora desses problemas. Seguindo tal hipótese, apresentaram-se as principais questões em que a música supostamente forneceria respostas àqueles problemas. A proposta foi desenvolvida em quatro parágrafos, nos quais se trataram dos seguintes tópicos: 1) relação entre as linguagens, conceito de ‘compreensão’ e ‘significado’ e o problema da significação; 2) as vias da significação na linguagem e a analogia entre língua e música; 3) o fenômeno da comunicação: a intencionalidade e sua possibilidade nas linguagens sonoras; e 4) linguagem fisionômica, fisiognomonia e tipos de compreensão. No decorrer dessas discussões e a partir de análises musicais que facultaram a liberação dos problemas em suas raízes, foi possível deliberar acerca de importantes questões da linguagem.

Palavras-chave:
filosofia; linguagem; Wittgenstein; música
Music as Conductive Thread in Wittgenstein's Philosophical Investigations

In the present paper, we worked on issues pertinent to language from a reflection about music. In his posthumous work Philosophical Investigations (1953), Ludwig Wittgenstein raises certain discussions about language problems in which he proposes music — more precisely, certain notions of music — as a possible clarifier of these problems. Following this hypothesis, the main questions in which music would supposedly provide answers to those problems were presented. The proposal was developed in four paragraphs, in which the following topics were treated: 1) the relation between languages, the concept of ‘understanding’ and ‘meaning’, and the problem of signification; 2) the paths of signification in language and the analogy between language (spoken language) and music; 3) the phenomenon of communication: intentionality and its possibility in sound languages; and 4) physiognomic language, physiognomy and types of understanding. In the course of these discussions and from musical analyses that allowed the liberation of problems at their roots, it was possible to deliberate on important questions of language.

Keywords:
philosophy; language; Wittgenstein; music