Sobre a estética de Aristóteles
Fernando Santoro
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Rio de Janeiro (RJ)
SANTORO, Fernando. “Sobre a estética de Aristóteles”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 1, n° 2 (mai-ago/2007), p. 1-13.
Aprovado: 25/06/2007 · Publicado: 12/08/2007
Sobre a estética de Aristóteles

A reflexão de Aristóteles sobre as artes poéticas e musicais, concentrada nas suas Poética e Política, segue uma reflexão sobre o sentido ético e pedagógico proveniente das discussões platônicas, sobretudo na República. Neste sentido, Aristóteles analisa os aspectos noéticos do mito, estéticos do prazer e patéticos das emoções. Mas, contrariamente ao Sócrates da República que expulsa os poetas (sobretudo o cômico e o trágico) da cidade justa, Aristóteles elogia o valor ético da obra artística, pois o mito da poesia aproxima-se da verdade pela verossimilhança, o prazer favorece a educação e as emoções purificam a alma.

Palavras-chave:
estética; Poética; Aristóteles
On Aristotle's Aesthetics

Aristotle's thoughts on poetical and musical arts, to be found mostly in his Poetics and Politics, follow Plato's considerations about their ethical and pedagogical meaning. The philosopher analizes the notic aspects of myth, the aesthetical aspects of pleasure and the pathetical aspects of emotions. Unlike Socrates in The Republic – who believes poets should be expelled from the just city (especially comic and tragic ones) – Aristotle commends the ethical value of artistic works based on the assetiorts that the myth of poetry is close to the truth by verisimilitude, pleasure promotes education and emotions purify the soul.

Keywords:
aesthetics; Poetics; Aristotle