Thomas Mann, leitor de Goethe: O fardo da naturalidade em Viagem à Itália e Morte em Veneza
Pedro Caldas
Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Uberlândia (MG)
CALDAS, Pedro. “Thomas Mann, leitor de Goethe: O fardo da naturalidade em Viagem à Itália e Morte em Veneza”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 1, n° 1 (jan-abr/2007), p. 68-85.
Aprovado: 17/03/2007 · Publicado: 13/04/2007
Thomas Mann, leitor de Goethe: O fardo da naturalidade em Viagem à Itália e Morte em Veneza

Este ensaio pretende compreender o papel da idéia de naturalidade na moderna cultura literária alemã. Para chegar a este objetivo, faremos a comparação entre Viagem à Itália, de Goethe, e Morte em Veneza, de Thomas Mann, de modo a ficar claro que, através da representação de Veneza (Itália), feita por Thomas Mann, podemos identificar, baseados na teoria da influência desenvolvida por Harold Bloom, uma concepção de artista que revela a interpretação de Thomas Mann a respeito dos dilemas da cultura alemã.

Palavras-chave:
cultura alemã; Itália; teoria da influência; Thomas Mann
Thomas Mann as a Reader of Goethe: The Burden of Naturality in Journey to Italy and Death in Venice

This essay aims to understand the role of the idea of naturality in the german modern literary culture. In order to achieve this goal, we shall compare Goethe´s Journey to Italy and Thomas Mann´s Death in Venice, so that can be clear that through Mann´s representation of Venice (Italy), we can identify, based on Harold Bloom´s “influence theory”, a conception of artist that might reveal Mann´s own interpretation of german culture´s dilemmas.

Keywords:
german culture; Italy; influence theory; Thomas Mann