Mito e modernidade: Diálogos com Leucó e tragédia contemporânea
Daniel Alves Gilly
Universidade Federal Fluminense (UFF)
Niterói (RJ)
GILLY, Daniel Alves. “Mito e modernidade: Diálogos com Leucó e tragédia contemporânea ”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 10, n° 18 (jan-jun/2016), p. 95-110.
Aprovado: 05/01/2016 · Publicado: 03/07/2016
Mito e modernidade: Diálogos com Leucó e tragédia contemporânea

O presente trabalho parte de uma análise da reinvenção dos mitos gregos antigos realizada na obra "Diálogos com Leucó", de Cesare Pavese, buscando entender até que ponto o modo como o autor reescreve subversivamente essa tradição consegue fazer com que ela alcance novos significados e nova relevância para a sociedade contemporânea. Entendendo que os mitos gregos transmitem um contínuo e inevitável conflito do humano contra a natureza e os deuses, Pavese contrapõe a esse mundo primordial a sociedade industrial do pós-guerra eurpoeu, na qual se reatualizariam os conflitos contra as potências míticas que governam o mundo. Os mitos se tornam assim transmissão da condição universal e inescapável que é dada pelo destino humano, pois é criação constantemente renovada pela fala dos deuses superiores. E a poesia, enquanto linguagem pela qual o mortal se comunica com a fala divina, é a eterna tentativa humana de criar um destino diverso, uma outra fala para uma outra relação com os deuses.

Palavras-chave:
mito; modernidade; Pavese; tragédia
Myth and Modernity: Dialogues with Leuco and Contemporary Tragedy

The present work takes off with an analysis of the reivention of ancient greek myths fulfilled in the work "Dialogues with Leuco", by Cesare Pavese, seeking to undertand to what extent the way the author subversively rewrites this tradition succeed to make it achieve new meanings and new relevance to contemporary society. Understanding that greek myths transmit a continuous and inevitable conflict of human against the nature and the gods, Pavese opposes this primordial world to industrial society of the european post-war, where would be re-enacted the conflicts against the mythical powers that govern the world. The myths would then become transmission of the universal and inescapable condition given by the human destiny, because it is constantly renewed criation by the speech of the superior gods. And poetry, while language by whuch the mortal comunicates with divine speech, is the eternal human attempt of criating a different desntiny, another speech for another relationship with the gods.

Keywords:
myth; modernity; Pavese; tragedy