Wagner e o tempo
Vladimir Vieira
Universidade Federal Fluminense (UFF)
Niterói (RJ)
VIEIRA, Vladimir. “Wagner e o tempo”. Viso: Cadernos de estética aplicada, v. 5, n° 10 (2011), p. 11-23.
Aprovado: 02/03/2012 · Publicado: 19/04/2012
Wagner e o tempo

Esse artigo analisa duas leituras distintas do Anel do Nibelungo, de Richard Wagner: o projeto denominado Colón-Ring, que terá lugar em Buenos Aires em 2012, e a encenação de A valquíria a cargo de André Heller-Lopes que ocupou o palco do Theatro Municipal de São Paulo em novembro de 2011. Meu objetivo consiste em explorar a dimensão filosófica da obra wagneriana, mostrando como o libretto do Anel pode ser interpretado a partir de uma postura crítica em relação à Modernidade que ocupou diferentes pensadores desde a segunda metade do século XVIII, especialmente no contexto da estética alemã. Segundo meu ponto de vista, é essa compreensão, em última análise, que orienta a montagem de Heller Lopes.

Palavras-chave:
Wagner; Nietzsche; ópera; Bayreuth; Anel do Nibelungo
Wagner on Time

This paper addresses two different readings of Wagner's Ring of the Nibelung: the "Colón-Ring", which will place in Buenos Aires in 2012, and André Heller-Lopes staging of The Valyrie, held in Theatro Municipal de São Paulo in november 2011. My aim is to explore the philosophical implications of Wagner's masterpiece by showing that it may be interpreted against the background of a long tradition of critical thought on Modernity by various authors since the second half of the XVIII century. I further suggest that Heller-Lopes' vision may also be seen as drawing from this tradition.

Keywords:
Wagner; Nietzsche; opera; Bayreuth; Ring of the Nibelung